Muitas vezes ao montar ou reformar um restaurante existe a preocupação apenas em como será a decoração do salão e com a criação de um cardápio bem elaborado. E, com isso, acaba sendo esquecido um dos elementos mais importantes de um estabelecimento gastronômico que é a cozinha profissional. Esse é um espaço em um restaurante que merece uma atenção especial e precisa ser muito bem pensado e planejado, visto que é o espaço no qual todas as atividades serão centralizadas.

E é através de uma cozinha bem planejada e com um layout bem definido que irá resultar em uma maior funcionalidade e irá beneficiar diretamente o funcionamento do restaurante. A seguir serão listadas 5 dicas importantes para se planejar uma cozinha profissional:

5 dicas importantes para se planejar uma cozinha profissional

Veja a segui 5 dicas que você precisa considerar na hora de planejar a sua cozinha profissional:

1. Procure um profissional especializado

A contratação de um profissional de arquitetura especializado para projetar sua cozinha profissional é essencial e fornecerá uma maior segurança e um melhor planejamento para execução da obra. O arquiteto possui conhecimento técnico e experiência para planejar uma cozinha muito mais funcional e eficiente.

Possui conhecimento sobre as necessidades especificas e as particularidades que um restaurante possui e consegue apresentar soluções adequadas e muito mais assertivas para cada tipo de estabelecimento, o que evita que detalhes importantes não sejam levados em consideração e acabem prejudicando no dia-a-dia do funcionamento da cozinha.

O profissional especializado possui domínio sobre as especificações técnicas que uma cozinha comercial requer, a estrutura necessária, os fluxos existentes, quais os materiais e equipamentos ideais que devem ser utilizados, conhece as normas específicas e sabe definir quais as melhores formas de executar a obra, sendo capaz de diminuir os custos e o tempo de execução.

2. Avalie as necessidades do restaurante

cozinha profissional

A estrutura e a dimensão necessárias para uma cozinha profissional dependerão de vários fatores, é necessário compreender o tamanho, o estilo e o modelo de operação que o restaurante terá e planejar uma cozinha que seja proporcional e consiga atender todas as necessidades que serão necessárias.

Um dos principais pontos que deve ser levado em conta é o tipo de culinária que será servida no estabelecimento – se será uma pizzaria, uma hamburgueria, uma lanchonete, ou fornecer culinária japonesa por exemplo, pois cada um desses modelos tem um diferente tipo de demanda e necessidades especificas, tanto de utensílios, como dos tipos de atividades que serão executadas durante todo o processo de elaboração da refeição.

Outro ponto é a quantidade de refeições que pretendem ser servidas, de forma que se consiga prever uma estrutura que suporte todo o processo de preparação sem que as atividades se tornem um obstáculo entre si, o que irá fazer com que a produção não demande muito tempo, o que acarretará na maior rapidez da entrega dos pedidos, satisfazendo os clientes. E é preciso considerar que a cozinha vai muito além da preparação dos alimentos, é necessário também pensar em áreas como de armazenamento de alimentos, montagem de pratos, recebimento de mercadorias e higienização dos alimentos.  

3. Planeje com cuidado um bom layout

Uma cozinha profissional com um layout bem definido e adequado oferece muitos benefícios, como um correto funcionamento do restaurante, aumenta a funcionalidade e praticidade do espaço e das atividades, otimiza o serviço dos profissionais, garantindo um serviço mais aperfeiçoado e ágil, o que gera um diferencial ao empreendimento.

Para cada tipo de culinária pede-se um layout personalizado e específico de acordo com a demanda que as refeições a serem preparadas pedem. Sendo necessário levar em consideração os passos de produção de cada comida, criando uma linha de montagem que favoreça a funcionalidade e a produtividade do espaço.

O layout deve considerar também o fluxo de pessoas no local, facilitando o deslocamento, evitando choques e também diminuindo o risco de acidentes. Para uma maior funcionalidade recomenda-se a determinação de áreas para os processos, o que automatiza o trabalho da equipe e faz com que flua com maior facilidade.

4. Escolha de materiais e equipamentos

cozinha profissional

Cozinhas profissionais requerem um certo tipo de atenção quanto aos revestimentos e utensílios a serem propostos, visto que a função e as atividades exercidas são diferentes de uma cozinha comum residencial. É necessário um cuidado especial para o tipo de revestimento utilizado, como no caso do piso é recomendado que seja um modelo antiderrapante para que evite acidentes de trabalho, que seja de fácil limpeza e com cores claras, todas as paredes devem ser revestidas com azulejo de forma que facilite a limpeza.

Recomenda-se que as bancadas, pias e cubas sejam todos de aço inox, pois esse material favorece a higienização e evita a proliferação de bactérias. De acordo com o modelo de estabelecimento e a demanda, é que se define os tipos e quantidades de equipamentos necessários para que a cozinha opere de maneira eficiente.

5. Entenda a legislação específica

Para colocar seu empreendimento gastronômico em funcionamento é imprescindível analisar as leis, informar-se sobre o que é necessário junto a prefeitura da sua cidade, quais as licenças são obrigatórias, entender as normas da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros, e seguir todas as regras que são pedidas.

Há uma forte fiscalização nesses tipos de estabelecimentos visto que serão produzidos alimentos, o que é fundamental uma higienização impecável. Existem várias exigências em relação aos órgãos de fiscalização para que a cozinha possa funcionar legalmente, como os materiais dos pisos, revestimentos, iluminação, ventilação, forros.

Sendo assim, dar uma atenção especial a elaboração do projeto da cozinha profissional irá gerar vários benefícios como uma melhor otimização, maior praticidade e funcionalidade para o estabelecimento. A contratação de um profissional especializado em estabelecimentos gastronômicos facilitará esse processo. Pois ele possui o conhecimento técnico e a experiência necessária para elaborar um projeto que contenha um layout bem planejado com as dimensões corretas levando em consideração a ergonomia para o espaço, ajudará a escolher os materiais adequados, obedecendo todas as normas e legislações existentes.

Através de uma cozinha profissional bem planejada será possível alcançar benefícios que irão influenciar diretamente no funcionamento do estabelecimento e, consequentemente, favorecerá o seu sucesso.

× Como posso te ajudar?