O modelo de entrega a domicílio cresce 20% ao ano, segundo a Abrasel, e com isso surgiu uma nova tendência de operação: a Dark Kitchen. Um modelo de serviço que vêm mudando o mindset dos donos de restaurantes acompanhando as novas exigências dos consumidores. 

A ideia surgiu nos EUA com o avanço dos aplicativos de entrega. Os empresários começaram a  investir em cozinhas paralelas para aceitarem ainda mais pedidos e para atender toda a demanda. 

Alguns investidores, em pesquisas do Bares e Restaurantes, disseram ter aumentado o faturamento dos seus negócios em até 50% a partir das Dark Kitchens, um retorno extremamente significativo.

Em São Paulo A Casa do Porco bar adaptou os negócios com uma Dark Kitchen e hoje o Delivery faz parte de 17%do faturamento, diz “The World’s 50 best”. A responsável afirmou que vai se aprofundar na tendência e usar em vários estabelecimentos que fazem parte da rede., abrindo mão de abrir novos espaços físicos, uma vez que o Delivery é, ainda, pouco explorado. 

 

O QUE É DARK KITCHEN? 

Dark Kitchen, é também conhecida como cozinha fantasma que existe apenas em aplicativos de Delivery. Alguns estabelecimentos em outros países ficaram famosos mesmo ninguém sabendo o endereço. Com um aumento significativo de pedidos e crescimento das redes sociais dando poucas informações a respeito o fato de entregarem pratos acessíveis e deliciosos gerou um crescimento exponencial. Essa já vem sendo  a realidade de muitos estabelecimentos que estão em aplicativos. 

Imagine um estabelecimento sem mesas, cadeiras e nem mesmo área de espera, são apenas serviços de comida online focados na qualidade dos pratos, bons valores e agilidade na entrega. 

Pelo modelo Dark Kitchen é possível haver diferentes restaurantes na mesma cozinha, compartilhando um espaço para economia e focando na venda delivery, é como se fosse um coworking de cozinhas.

 

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DA DARK KITCHEN? 

Conheça algumas vantagens oferecidas por essa nova tendência.

 

1. Investimento inicial mais baixo 

A Dark Kitchen é uma tendência e tem crescido por ser um negócio de baixo custo comparado ao custo para abrir um restaurante tradicional. Primeiramente não há necessidade de pensar tanto em localização, uma vez que as pessoas não vão até o local, é possível investir um aluguel baixo apenas para montar a cozinha. Pense bem,também não há necessidade de investir em garçons, espaço, decoração, estacionamento e nem mesmo despesas do salão. Que economia! 

 

2. Cozinhas Compartilhadas 

Quando você investe em uma Dark Kitchen, pode pensar em parcerias com outros estabelecimentos ou mesmo alugar a cozinha para outros estabelecimentos. Marcas diferentes compartilhando a mesma cozinha podem investir um pouco mais no funcionamento do Delivery, montando uma operação ainda mais eficaz e de qualidade. 

 

3. Dark Kitchen Delivery 

A produção de uma Dark Kitchen é infinitamente maior do que a de um restaurante normal. Com o aumento da entrega de alimentos e o custo baixo de investimentos, o valor do produto para o consumidor pode reduzir, resultando em: expectativas superadas, bons comentários e muitas indicações. Além disso, por meio de uma Dark Kitchen o seu estabelecimento pode oferecer um Menu totalmente flexível agradando ainda mais os clientes.  É de fato um negócio que pode ter muito sucesso!

“Em 2018, começamos do zero e em 2019, já trabalhavamos com 230 cozinhas”, disse Stephanie Gómez, coordenadora do projeto Rappi Dark Kitchens para a América Latina.

Quem investe em Dark Kitchen pode ter mais clientes, por todas as facilidades, menor preço, maior qualidade e até mesmo atendimento personalizado, ágil, e consegue expandir a marca de maneira mais rápida com o trabalho de Delivery. Um restaurante que investe nesse modelo de negócio consegue trabalhar em mais regiões, com baixo custo e menos tempo. 

 

COMO MONTAR UMA DARK KITCHEN?

Primeiramente escolha uma localização, um imóvel, com um bom espaço para montar a sua cozinha, nesse caso, não precisa pensar em fluxo de pessoas ou balcões.  Depois de definir o espaço, você pode encontrar um arquiteto especialista que pode te ajudar a projetar e reformar pensando em um layout inteligente e elementos de cozinha para a operação da sua Dark Kitchen e sucesso do seu negócio.

 

PARA QUEM SÃO ESSAS COZINHAS?

Entenda um pouco melhor para quem esse modelo de negócio é indicado.

  • Restaurantes: Marcas conhecidas e consolidadas no mercado que desejam expandir o negócio em determinadas regiões (cidades,países), de forma rápida e eficiente, por meio de franquias.
  • Chefes de Delivery: Empreendedores que atuam no mercado gastronômico por meio de Delivery e desejam expandir o negócio. 
  • Franquias: Franqueados que desejam crescer de maneira escalável no digital sem perder a qualidade e controle das operações, atingindo cada vez mais públicos, cidades e países diferentes. 
  • Amantes da gastronomia: Pessoas que desejam começar o próprio negócio no mercado gastronômico com baixo investimento. 

As Dark Kitchens ainda vão mudar conforme os desejos dos consumidores e avanço das tecnologias. No entanto, já são comuns em alguns países e estão em expansão no Brasil. Como qualquer negócio, é necessário que o empresário investidor seja ousado e tenha planejamento para iniciar e acompanhar a linha crescente da tendência.

 

Quer abrir uma Dark Kitchen? Somos especializados em estabelecimentos gastronômicos e descomplicamos o seu empreendimento de Food Service: do plano de negócios à execução!

× Fale com especialista no WhatsApp